Irã testa novo míssil de médio alcance, divulga TV

A televisão estatal iraniana exibiu hoje pela manhã imagens de um projétil similar em tamanho ao míssil Shahab-3, de médio alcance, sendo disparado. "Os especialistas do Ministério da Defesa promoveram com êxito o teste de uma nova geração de míssil terra-terra", declarou Mostafa Mohammad Najjar, ministro da Defesa do Irã, citado pela agência de notícias Fars. A informação foi usada pelos Estados Unidos para defender sua proposta de instalação de um sistema de defesa antimísseis na Polônia e na República Checa, projeto que vem sido duramente atacado pela Rússia."Este é um míssil de dois estágios provido de dois motores e movido a combustível sólido", disse o ministro iraniano. De acordo com Najjar, o nome da nova classe de mísseis é Sajil. No passado, o Irã alegou ter desenvolvido novos sistemas de armas, mas as reivindicações foram recebidas com ceticismo por especialistas no Ocidente. O Shahab-3, cujo alcance seria de 2 mil quilômetros, poderia atingir partes do sul da Europa, mas a maior preocupação é com pontos no Oriente Médio.A notícia de um teste com míssil no Irã foi usada pelo secretário de imprensa do Pentágono, Geoff Morrel, para reforçar a importância da proposta antimíssil dos Estados Unidos. Hoje, agências internacionais informaram que a Rússia rejeitou uma segunda série de ofertas feitas pelos norte-americanos para o Kremlin apoiar a instalação do escudo antimísseis. "Nós ainda queremos muito, de verdade, formar uma parceria com a Rússia para combater a crescente ameaça balística do Irã", disse Morrel. "Eles (o Irã) estão determinados a desenvolver uma arma capaz de atingir a Europa, e também a Rússia, por isso seria do nosso mútuo interesse trabalharmos juntos nesse problema", afirmou. O Kremlin não comentou as reportagens. Com informações da Dow Jones.

AE-AP, Agencia Estado

12 de novembro de 2008 | 18h57

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIrãRússiaescudo antimísseis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.