Irã triplicou sua capacidade nuclear, diz Rede ABC News

O Irã triplicou sua capacidade de geração de urânio enriquecido nos últimos três meses, o que permitiria que este país produzisse uma bomba atômica até 2009, afirmou na segunda-feira, 2, a rede ABC News.Nos últimos meses Irã reuniu cerca de mil centrífugas para separar as partículas radioativas do material bruto, disse a rede de televisão, que atribuiu sua informação a fontes que conhecem as atividades nucleares iranianas.Segundo estas fontes, o aumento de produção de urânio aconteceu na planta subterrânea de enriquecimento próxima à cidade de Natanz, onde o Irã teria em operação cerca de 320 centrífugas.A ABC News acrescentou que um porta-voz da Agência Internacional de Energia Atômica não quis comentar a informação por causa da situação "extremamente delicada" das relações da comunidade internacional com o Irã.A rede de televisão citou declarações de David Albright, do Instituto de Ciências e Segurança Internacional, que disse que caso os iranianos coloquem as novas centrífugas em funcionamento e enriqueçam urânio, "surge a possibilidade de obterem uma quantidade suficiente de urânio altamente enriquecido para terem uma arma nuclear em 2009".O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou que seu país teria 3.000 centrífugas em operação em maio de 2007. No entanto, poucos deram crédito a esta previsão, informou a ABCNews.O Conselho de Segurança das Nações Unidas impôs na última semana uma série de novas sanções ao Irã por recusar acabar com suas operações de enriquecimento de urânio.O governo de Teerã disse que as instalações nucleares têm como objetivo produzir combustível para seus reatores nucleares com o alvo final de gerar energia elétrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.