REUTERS/Abdullah Dhiaa Al-Deen
REUTERS/Abdullah Dhiaa Al-Deen

Irã ultrapassa marca de 1 milhão de casos confirmados de covid-19

República islâmica é o primeiro país do Oriente Médio a alcançar a marca milionária; número de mortos supera o de países como Espanha e Rússia

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2020 | 08h49

TEERÃ - O Irã superou a barreira de 1 milhão de casos confirmados de covid-19 nesta quinta-feira, 3, anunciou o Ministério da Saúde do país. A república islâmica é a primeira nação do Oriente Médio a ultrapassar a marca na região.

De acordo com os dados divulgados, o Irã chegou aos 1.003.494 casos registrados da doença. No continente asiático, o número é menor apenas do que o observado na Índia, segundo país com mais casos, que tem mais de 9,5 milhões de diagnósticos positivos.

Apenas nas últimas 24 horas, segundo informou a porta-voz do Ministério da Saúde, Sima Sadat Lari, 358 mortes pela doença foram registradas e 13.922 novos casos foram confirmados. Os números da doença no país, contudo, são considerados subestimados pelo próprio governo.

Mais de 49 mil pessoas já perderam a vida por causa do novo coronavírus no Irã, o que significa um número de mortos maior do que o registrado na Espanha - um dos países europeus mais duramente atingidos pela pandemia - e na Rússia, segundo a contagem da Universidade americana Johns Hopkins. 

Apesar do cenário ainda grave, o número de mortes diárias vem diminuindo nos últimos dias, de acordo com os registros do governo. Em novembro, por exemplo, a média era de mais de 400 mortes por dia./ AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.