Irã vai ajudar Líbano na luta contra extremistas

Irã vai ajudar Líbano na luta contra extremistas

O Irã é o principal financiador do grupo militante libanês Hezbollah, que tem forças militares mais poderosas do que o Exército nacional libanês

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2014 | 17h17

O Irã vai fornecer equipamento militar ao Exército ao Líbano para ser usado na luta contra grupos muçulmanos extremistas, informou Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, em visita ao Líbano nesta terça-feira.

É a primeira vez que o Irã diz que daria assistência militar ao Líbano. Teerã ofereceu ajuda anteriormente, mas tais ofertas não foram concretizadas porque divisões entre grupos políticos libaneses no Irã. O Irã é o principal financiador do grupo militante libanês Hezbollah, que tem forças militares mais poderosas do que o Exército nacional libanês.

Shamkhani não informou qual o tipo de equipamento militar que o Irã vai fornecer. De acordo com ele, os detalhes serão anunciado durante uma visita do ministro da Defesa do Líbano à Teerã. Um militar libanês afirmou que qualquer ajuda militar do Irã precisaria ser aprovada pelo governo libanês.

O Exército libanês tem lutando contra militantes muçulmanos próximos da fronteira com a Síria pelos últimos dois meses. No início de agosto, extremistas vindos da Síria atravessaram o Líbano e sequestraram 20 soldados e policiais. Dois dos soldados foram decapitados e um foi morto em cativeiro. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
IrãLíbano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.