AP
AP

Irã vai continuar com enriquecimento de urânio, diz chefe nuclear

Teerã anunciou o aumento do número de centrífugas usadas para fazer combustível nuclear

Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 14h05

TEERÃ - O chefe do programa nuclear do Irã, Fereidoun Abbasi, afirmou nesta quarta-feira, 28, que o enriquecimento de urânio vai continuar com "intensidade", por meio de um forte aumento no número de centrífugas usadas para fazer combustível nuclear.

A afirmação de Abbasi deve aumentar as tensões entre o Irã e o os países ocidentais, que temem que o programa de enriquecimento de urânio possa levar a potentes materiais de guerra. Teerã alega que pretende só produzir combustível para reatores de energia e não uma bomba atômica.

A Organização das Nações Unidas (ONU) já havia alertado que o Irã estava prestes a dobrar sua produção de urânio enriquecido, o que poderia deixar o país mais próximo ao acesso de armamento para guerras.

As informações são da AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.