Irã vai retomar pesquisa de combustível nuclear

O Irã decidiu retomar as pesquisas para a produção de combustível nuclear, mas não fará o enriquecimento de urânio, disse uma autoridade do país. O vice-presidente da Organização Iraniana para a Energia Nuclear, Mohamad Saidi, explicou que a decisão deve-se ao fato de seu país ter perdido muito durante os últimos 30 meses, por causa da suspensão deste trabalho científico.Saidi ressaltou, no entanto, que retomar as pesquisas não supõe o reinício automático da produção de combustível nuclear. "Decidiu-se que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) seja informada hoje sobre nossas pesquisas na área de combustível nuclear. Retomaremos os experimentos em cooperação e colaboração com a AIEA nos próximos dias", disse Saidi, citado pela imprensa local."A pesquisa neste campo tem pouco a ver com a produção propriamente dita de combustível", especificou. O Irã mantém, há vários meses, um desentendimento com a comunidade internacional por causa de seu desejo de retomar o enriquecimento de urânio, combustível que pode ser usado tanto na indústria civil como em armas nucleares.Os Estados Unidos acusam a República Islâmica de esconder um programa secreto para a produção de um arsenal atômico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.