Iraniano Ahmadinejad telefona para novo presidente do Egito

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, telefonou nesta quarta-feira para o seu homólogo egípcio, Mohamed Mursi, para desejar sucesso ao político da Irmandade Muçulmana, afirmou a agência estatal de notícias do Egito.

Reuters

04 de julho de 2012 | 20h22

A ligação pareceu ser o primeiro contato entre os dois líderes desde a posse de Mursi como presidente do país africano, que não tem relações diplomáticas com o Irã há 30 anos.

Ahmadinejad convidou Mursi a participar de uma cúpula do Movimento dos Países Não-Alinhados programada para acontecer em Teerã em 29 de agosto, afirmou a agência de notícias, citando o porta-voz de Mursi. O despacho não diz, porém, se ele aceitou.

As relações entre Cairo e Teerã foram suspensas em 1980 após a revolução islâmica do Irã e o reconhecimento de Israel pelo Egito.

Mursi negou ter concedido entrevista à agência iraniana Fars, que o citou manifestando interesse em retomar os laços entre os dois países. O porta-voz de Mursi disse na semana passada que a entrevista nunca aconteceu e que Mursi abriria um processo contra a agência de notícias.

Mais conteúdo sobre:
EGITOIRATELEFONA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.