Iranianos e AIEA se reúnem em Viena para discutir crise nuclear

Uma delegação iraniana liderada pelo vice-presidente e principal responsável pelo programa nuclear de Teerã, Gholamreza Aghazadeh, reuniu-se nesta quarta-feira com representantes da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) a dois dias do vencimento do prazo imposto pelo Conselho de Segurança da ONU para que a República Islâmica deixe de enriquecer urânio. O encontro, de 90 minutos, aconteceu em um momento em que o diretor-geral da AIEA, Mohamed ElBaradei, está a ponto de apresentar um relatório crucial sobre o programa nuclear do Irã ao Conselho de Segurança das Nações Unidas. "O que se falou nesta reunião será incluído no relatório da sexta-feira", disse à imprensa a porta-voz do organismo de energia atômica da ONU, Melissa Fleming, que não divulgou o conteúdo das conversas. A delegação iraniana foi integrada por Aghazadeh; pelo subdiretor da Agência da Energia Atômica iraniana, Mohammed Saidi; e pelo embaixador da República Islâmica perante a AIEA, Ali Asghar Soltanieh. Eles não deram declarações à imprensa. Os iranianos se reuniram com o subdiretor da AIEA para Salvaguardas, o finlandês Olli Heinonen, que dirige as inspeções na República Islâmica e suspendeu uma viagem a Teerã na semana passada. Segundo fontes diplomáticas consultadas, estas conversas seriam uma tentativa iraniana de melhorar a imagem do país diante do iminente vencimento do prazo concedido pelo Conselho de Segurança da ONU.

Agencia Estado,

26 Abril 2006 | 14h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.