Iranianos fazem vigília pelas vítimas nos EUA

Várias dezenas de iranianos concentraram-se em uma praça de Teerã na noite desta quinta-feira (horário local) e acenderam velas para manifestar luto pelas vítimas dos atentados terroristas nos EUA. O trânsito foi paralisado em torno da praça Madan, na zona norte da capital iraniana, onde os manifestantes se concentraram. Eles ignoraram ordens da polícia para se dispersar."Reunimo-nos aqui para dizer ao povo americano que nós também lamentamos a morte de seus entes queridos, pessoas inocentes. Sentimos como se nossos próprios entes queridos tivessem perdido suas vidas em um ataque terrorista", disse Mitra Sadeqi, 40 anos, em entrevista à Associated Press.SolidariedadeSegundo ela, diferenças políticas entre o Irã e os EUA não deveriam interferir com emoções. "É verdade que, no nível dos governos, Irã e Estados Unidos são considerados inimigos, mas a política não pode nos impedir em questões humanitárias", acrescentou.Outra moradora, Pegah Moazzemi, disse que sua vela era um gesto simbólico de solidariedade com os norte-americanos, em condenação ao terrorismo. "Estamos mostrando nossa solidariedade com o povo americano, que agora é vítima do terrorismo. Nós condenamos os autores dos inenarráveis ataques da terça-feira", disse Moazzemi.Na terça-feira, o presidente iraniano, Mohammad Khatami, havia expressado "profunda pena e simpatia pelas vítimas" e afirmado que "o terrorismo em todo o mundo é condenável e é um dever internacional tentar minar o terrorismo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.