AFP
AFP

Iranianos votam em eleições legislativas

População deverá eleger novo Parlamento e nova Assembleia de Especialistas; essa é a primeira eleição após o acordo nuclear fechado com potências ocidentais 

O Estado de S. Paulo

26 de fevereiro de 2016 | 09h34

TEERÃ - As eleições para o Parlamento e para a Assembleia de Especialistas do Irã tiveram início na manhã desta sexta-feira, 26, às 8h (1h30 de Brasília), uma votação marcada pela previsível vitória dos grupos moderados e reformistas em detrimento dos conservadores.

Quase 55 milhões de iranianos aptos a votar renovarão as 290 cadeiras da Assembleia Consultiva Islâmica, o Poder Legislativo do país, e as 88 da Assembleia de Especialistas, o corpo formado por clérigos xiitas cuja missão principal é escolher um novo líder supremo, caso o cargo fique vago, e controlar sua gestão.

A votação se estenderá até 18h (11h30 de Brasília), mas está prevista uma ampliação desse horário caso ainda haja gente esperando para votar.

Segundo informou o ministro do Interior Abdolreza Rahmani Fazli, na noite de quinta, são 4.979 candidatos no total para o Parlamento e 159 para a Assembleia de Especialistas, depois da desistência de 1.400 pessoas que também tinham sido autorizadas a concorrer pelo Conselho de Guardiões, o órgão encarregado de permitir ou vetar qualquer um que deseje ocupar um cargo público no país.

Os iranianos poderão votar em 52 mil seções eleitorais distribuídas nos 207 distritos do país.

A campanha eleitoral, que durou apenas uma semana, se concentrou em temas econômicos, nos pedidos de voto útil e nas tentativas dos conservadores de desprestigiar os aliados do presidente Hassan Rohani, favoritos para reafirmar no Parlamento a progressiva abertura do país. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.