Iraque: 16 mortos em explosões de carros-bomba

Explosões de carros-bomba ocorridas hoje em Bagdá e em uma cidade próxima à capital do Iraque provocaram a morte de pelo menos 16 pessoas, informaram autoridades locais e fontes hospitalares.

AE, Agência Estado

03 de fevereiro de 2014 | 12h46

Os ataques mais grave até o momento ocorreram em Mahmudiya, 30 quilômetros ao sul de Bagdá, onde um carro-bomba explodiu perto da Câmara dos Vereadores e outro foi detonado em um mercado próximo. Nove pessoas morreram e 28 ficaram feridas nas duas explosões.

Em Hurriya, bairro da zona norte bagdali, a explosão de um carro-bomba em uma rua comercial deixou quatro mortos e 11 feridos.

Em Baladiyat, na zona leste de Bagdá, três pessoas morreram e nove ficaram feridas na explosão de um outro carro-bomba. Nenhum grupo reivindicou a autoria dos atentados.

Em Amil, bairro da região sudoeste de Bagdá, os corpos de três homens e uma mulher foram encontrados na rua. Todos tinham perfurações causadas por balas e não levavam consigo documentos de identificação.

Também nesta segunda-feira, o Ministério da Defesa do Iraque informou que 57 supostos milicianos contrários ao governo morreram em combate com o exército na noite de ontem em Ramadi.

Há semanas, milicianos ligados à Al-Qaeda ocupam parcialmente as cidades de Ramadi e Faluja, na província de Anbar, o que levou o exército iraquiano a intervir na região. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.