Iraque: 7 são mortos em atentado em Bagdá

Um suicida em um carro-bomba matou pelo menos sete pessoas, ao detonar seus explosivos em um posto de controle perto do Ministério do Interior do Iraque, no centro de Bagdá, disseram autoridades. Pelo menos 32 outras pessoas se feriram, no ataque ocorrido no bairro de Bab al-Sharji, nesta segunda-feira.

AE, Agência Estado

26 de dezembro de 2011 | 08h25

O ataque ocorre após uma série de atentados na semana passada, que mataram até 70 pessoas em um único dia, elevando os temores sobre o futuro do Iraque após as tropas norte-americanas deixarem o país, neste mês. Quatro policiais estavam entre os mortos, segundo duas autoridades policiais.

Dois médicos em hospitais próximos confirmaram o número de vítimas. Todas as fontes pediram anonimato. Nenhum grupo reivindicou o ataque, mas os ataques suicidas são uma marca da Al-Qaeda no Iraque.

Além da violência, o país vive um período de tensão política, por uma disputa entre o primeiro-ministro Nouri al-Maliki, um xiita, e o vice-presidente sunita, Tariq al-Hashemi. O governo de Maliki expediu um mandado de prisão contra Hashemi, afirmando que ele encabeçaria esquadrões da morte contra membros do governo. Hashemi nega as acusações, dizendo que elas têm apenas motivação política. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.