Iraque adia reunião sobre inspeção de armas

O Iraque adiou um encontro com a ONU, originalmente marcado para a próxima semana, para discutir sobre um acordo para a inspeção de armamentos no país, disse Fred Eckard, porta-voz do secretário-geral da ONU, Kofi Annan. O encontro havia sido marcado para os dias 17 e 18, e a ONU está tentando encontrar "uma nova data que seja adequada para as discussões," disse o porta-voz. Annan havia dito que esperava que as negociações fossem voltadas para o retorno dos inspetores de armamentos ao Oriente Médio. O Iraque está sob sanções impostas pelo Conselho de Segurança da ONU desde a invasão do Kuwait. As sanções não podem ser suspensas até que inspetores da ONU certifiquem que as armas nucleares, químicas e biológicas do Iraque foram eliminadas. O Iraque se recusa a permitir o retorno dos inspetores, que deixaram o país em dezembro de 1998. O Iraque alega que já está em conformidade com as resoluções, e pede que as sanções sejam suspensas. No mês passado, Annan passou ao Conselho de Segurança 19 perguntas que o ministro de Relações Exteriores do Iraque havia entregue a ele. Os EUA disseram que não querem que o Conselho de Segurança considere as perguntas, que incluem questionamentos sobre se as ações americanas contra Saddam Hussein violam as leis internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.