Iraque apresenta declaração de armas a jornalistas

O governo iraquiano apresentou ao mundo neste sábado uma avantajada pilha de documentos em que detalham suas atividades nucleares, químicas e biológicas e formalmente declaram às Nações Unidas que não existem armas de destruição em massa no país. Funcionários iraquianos exibiram a gigantesca declaração, totalizando mais de 12 mil páginas, para jornalistas de todos os países ao meio-dia (horário local). O Conselho de Segurança das Nações Unidas tinha fixado este domingo como o prazo fatal. Em um escritório do governo, foram mostrados aos jornalistas volumes de cópias separados para atividades nucleares, químicas, biológicas e de mísseis, intituladas em inglês, ?Declarações atuais acuradas, totais e completas?. A massa de papel, em volumes separados sobre a mesa, estava junto a discos de computador, presumivelmente com informações adicionais. Os funcionários que trabalharam na elaboração da declaração estavam presentes, mas não fizeram comentários.

Agencia Estado,

07 Dezembro 2002 | 11h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.