Iraque atrasa formação de futuro governo

O Conselho de Governo do Iraque adiou uma reunião que deveria escolher o futuro presidente do país, quebrando um prazo estipulado pela ONU e pelos Estados Unidos, que pretendiam anunciar um novo governo antes do final de maio. Três autoridades, incluindo o conselheiro Mahmoud Othman, comunicaram o adiamento, mas não ofereceram motivos. A maioria dos componentes do Conselho de Governo prefere o atual líder do colegiado, Ghazi Mashal Ajil al-Yawer, para a presidência, mas os americanos querem o ex-chanceler Adnan Pachachi. Ambos são muçulmanos sunitas. A conselheira Sondul Chapouka, de etnia turca, disse que o governador nomeado pelos EUA para o Iraque, Paul Bremer, informou que outros candidatos estão sob consideração. Ela reclamou que o Conselho está sendo ignorado na questão, debatida apenas entre os EUA, a ONU e alguns conselheiros proeminentes. O futuro governo iraquiano, composto por presidente, premier e um gabinete de ministros, deve tomar posse em 30 de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.