Iraque concederá imunidade a soldados americanos

Militares dos Estados Unidos continuarão livres de processo nos tribunais do Iraque, mesmo após o final da ocupação. Um acordo neste sentido foi estabelecido entre o governo americano e a administração provisória iraquiana. O chefe da ocupação, L. Paul Bremer, ainda negocia os termos exatos do tratado para antes da entrega de poder, em 30 de junho, informa o general nomeado para o comando militar pós-ocupação, George W. Casey Jr. O general revelou ainda, ao Comitê de Forças Armadas do Senado, que um acordo semelhante está em estudo para civis americanos a serviço dos militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.