Iraque cria indenização para "morte por terrorismo"

O governo iraquiano adotou uma proposta de resolução que autoriza a indenização das famílias dos servidores públicos "mortos por atos terroristas", informa nota divulgada pelo gabinete de ministros. A resolução ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Nacional, criado para supervisionar as atividades da administração provisória encabeçada pelo premier Ayad Allawi.As famílias receberão uma renda mensal igual ao último salário do funcionário morto, de acordo com a proposta. Nos últimos 17 meses, rebeldes mataram centenas de policiais, soldados da Guarda Nacional iraquiana e funcionários civis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.