Iraque "desperdiçou" última chance, dizem EUA

O rascunho da nova resolução sobre a situação iraquiana que EUA e Reino Unido esperam submeter à votação do Conselho de Segurança da ONU afirma que o Iraque ?desperdiçou? a oportunidade de tirar vantagem de sua última chance de desarmar-se. Paralelamente, uma proposta francesa, russa e alemã, apoiada pela China, traça um programa ponto-a-ponto com prazos definidos para o Iraque desmontar seu arsenal de destruição em massa.O rascunho de EUA e Grã-Bretanha, com onze parágrafos, que será apresentado oficialmente na reunião do CS desta tarde, tem dois parágrafos ditos ?operativos?. Um afirma: ?(O Conselho de Segurança) decide que o Iraque perdeu a chance de aproveitar a oportunidade final concedida pela resolução 1441? e portanto, baseando-se em cláusulas dessa resolução anterior, de 8 de novembro, diz que o regime de Saddam Hussein está ?em nova violação flagrante? de suas obrigações.A proposta franco-russa-alemã é um documento de duas páginas. EUA e Reino Unido contam apenas com o apoio da Espanha e da Bulgária, entre os 15 países que compõem o CS. Para ser aprovada, uma resolução precisa de nove votos a favor e nenhum voto contrário dos cinco países com direito de veto - Rússia, França, China, EUA e Reino Unido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.