Iraque diz que EUA atacaram aeroporto civil

A Rádio Bagdá informa que um ataque aéreo americano atingiu o sistema de radar de um aeroporto civil na cidade de Basra, na segunda incursão aérea contra o local em três dias. Um porta-voz do Ministério iraquiano dos Transportes e Comunicações disse que o bombardeio ocorreu à 0h45 deste domingo, hora local. O pronunciamento não citou número de vítimas.O porta-voz afirmou que o ataque causou danos a edifícios do aeroporto. Na última semana houve diversos ataques aéreos americanos contra alvos iraquianos, como parte do patrulhamento de rotina das chamadas zonas de exclusão aérea, com os bombardeios pontuando a retórica acalorada do governo americano em relação ao regime de Saddam Hussein. O pronunciamento na Rádio Bagdá classificou o bombardeio de ?ato terrorista? que comprova a ?determinação da administração maligna dos EUA, de prosseguir neste caminho de agressão ao nosso povo?.Ontem, o Iraque rejeitou um plano apresentado pelos EUA e pelo Reino Unido para uma nova resolução da ONU que parecia planejada para acuar Saddam. Americanos e britânicos buscaram apoio da Rússia e da França para uma resolução do conselho de Segurança das Nações Unidas exigindo que o governo iraquiano apresentasse todo o material relativo a armas de destruição de massa do país e desse livre acesso, para inspetores da ONU, a palácios presidenciais.O Iraque anunciou, no último dia 16, que os inspetores poderiam retornar, de forma incondicional, para cumprir resoluções anteriores da ONU. Autoridades iraquianas afirmaram que rejeitarão quaisquer novas imposições. O governo dos EUA acusa Saddam de retardar o processo para ganhar tempo e poder ?construir mais armas?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.