Iraque diz que execuções ocorrerão semana que vem

Sami al-Askari, conselheiro político do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, afirmou nesta quarta-feira, 3, que "é possível" que a execução do meio-irmão de Saddam Hussein, Barzan al-Tikriti, e o ex-juiz Awad al Bandar seja realizada na próxima semana.Em entrevista ao canal de televisão governamental Al-Iraqiya, Askari afirmou que a execução dos dois iraquianos pode ocorrer na próxima semana, ao término das celebrações do Exército. O dia 6 de janeiro é feriado no Iraque em comemoração da criação do Exército iraquiano.O canal de televisão xiita Al Furat tinha informado einda nesta quarta que "fontes oficiais asseguraram que a execução de Tikriti e Bandar acontecerá na quinta-feira", mas não deu mais detalhes sobre a execução.O conselheiro de Segurança Nacional iraquiano, Mouwafak Al Rubei, afirmou no sábado, dia do enforcamento de Saddam, que a execução de Tikriti e Bandar tinha sido adiada para depois da festividade de Eid al-Adha, que terminam nesta quarta no Iraque.Os três foram condenados à morte pela execução de 148 xiitas iraquianos após uma suposta tentativa de assassinato do ex-ditador em 1982 na aldeia de Dujail, ao norte de Bagdá. A sentença à morte contra os três foi ratificada em 26 de dezembro pelo Tribunal de Cassação.Na década de 80, Tikriti ocupava o cargo de chefe dos serviços secretos, responsável por proteger o regime de Saddam. Bandar era o chefe do tribunal revolucionário que ordenou a morte de 148 xiitas por sua suposta participação na tentativa de assassinato a Saddam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.