Iraque diz que responderá sobre al-Samoud2 em 48 horas

O Iraque irá dar uma resposta nos próximos dois dias sobre a exigência das Nações Unidas para que o país destrua os mísseis al-Samoud 2, buscando atender o prazo estabelecido pelo chefe dos inspetores da ONU, Hans Blix, disse uma autoridade iraquiana. Não se sabe qual será a resposta, mas a fonte afirmou que será feita por escrito. Blix concedeu prazo até sábado para que o Iraque se posicione em relação à destruição dos mísseis. O Iraque tem insistido que o alcance dos mísseis não ultrapassa o limite estabelecido pela ONU. Na entrevista concedida à CBS nesta semana, o presidente iraquiano Saddam Hussein reafirmou o pequeno alcance dos mísseis. No entanto, os inspetores da ONU concluíram que o alcance ultrapassa o permitido. Se o Iraque negar-se a destruir os mísseis, a atitude poderá ser entendida como prova de que o país não está colaborando com as inspeções e justificar uma ação militar contra o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.