Iraque: forças curdas tomam o controle de Kirkuk

Integrantes da milícia curda, mais conhecida como peshmerga, tomaram o controle da cidade de Kirkuk, capital da província de Salah Al Din que é rica em petróleo e fica na região norte do Iraque.

Agência Estado

12 de junho de 2014 | 08h44

Os milicianos informaram que tomaram posições em importantes instalações do governo na cidade enquanto forças do governo do primeiro-ministro Nouri al-Maliki abandonavam seus postos e fugiam temendo o avanço de militantes sunitas, informou um funcionário do governo provincial. O governo de Al-Maliki é dominado por xiitas.

A milícia estava nas proximidades do quartel-general da 2ª Divisão do Exército iraquiano. Segundo a fonte, partes do oeste da província de Kirkuk ainda estavam sob o controle de combatentes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), grupo inspirado pela Al-Qaeda.

A rápida ofensiva do grupo nos últimos três dias deu origem à maior crise enfrentada pelo Iraque desde o recrudescimento da violência sectária, após a invasão do país liderada pelos Estados Unidos em 2003.

Abu Mohammed al-Adnani, porta-voz do EILL, disse que o grupo vai avançar em direção a Kerbala e Najaf, assim como para capital Bagdá, informou a Associated Press, citando um comunicado gravado.

O poderoso líder xiita, Muqtada al-Sadr, pediu a seus seguidores na quarta-feira que formassem unidades militares para defender as duas cidades que, juntamente com Meca e Medina na Arábia Saudita, são consideradas sagradas pelos xiitas.

Antes de suspender suas operações, em 2008, o Exército Mahdi, liderado por Sadr, chegou a ter estimados 60 mil integrantes, que tiveram grande participação no conflito sectário do país.

O chamado de Muqtada al-Sadr para uma mobilização militar foi feito depois de Al-Maliki ter dito que o governo iria armar cidadãos que se apresentassem como voluntários para combater os militantes, após a queda de Mosul na terça-feira.

O avanço dos combatentes do EIIL na manhã desta quinta-feira encontrou alguma resistência. Um dia depois de grupo ter tomado Tikrit, a cidade natal do ex-ditador Saddam Hussein que fica no meio do caminho entre Mosul e Bagdá, forças de segurança do governo conseguiram retomar o controle de cerca de 85% de Tikrit , informou Ali Muhammad, funcionário da província de Salah Al Din. Segundo ele, confrontos esporádicos com combatentes do EIIL ainda aconteciam. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
IraquecurdosmilíciaKirkuk

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.