Ivor Prickett/The New York Times
Ivor Prickett/The New York Times

Iraque lança ofensiva contra últimas posições do Estado Islâmico no país

Segundo premiê iraquiano, expulsão do grupo no país é questão de tempo; focos de resistência estão localizados à margem do Rio Eufrates e na fronteira com a Síria

O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2017 | 16h28

BAGDÁ - O Iraque iniciou nesta quinta-feira, 26, uma ofensiva contra a última porção de território controlada pelo Estado Islâmico (EI) no país. A informação foi divulgada pelo primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, que confirmou a ofensiva na margem do Rio Eufrates e também na região da fronteira com a Síria.

+ Lourival Sant'Anna: A derrota do Estado Islâmico

“Os membros do Estado Islâmico têm de escolher entre a morte e a rendição”, afirmou Al-Abadi em comunicado na televisão. Antes de atacar com todo seu efetivo, a Força Aérea iraquiana solicitou a rendição dos integrantes do EI, por meio de diversos panfletos que foram distribuídos na fronteira com a Síria, além de incentivar também que a população local abandone suas casas assim que os confrontos começarem.

 Al-Abadi enfatizou que toda a extensão ocupada pelo EI estará em breve com o povo iraquiano, graças a determinação e dedicação dos oficiais das Forças Armadas. Na visão do primeiro-ministro do Iraque, a vitória é questão de tempo.

 Em julho, Mossul voltou a ser de fato território iraquiano, depois de mais de três anos sob controle do grupo extremista. /EFE e REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.