Iraque: líder curdo pede referendo pela independência

O líder da minoria curda no norte do Iraque pediu aos legisladores do parlamento da região que tomassem as medidas para a realização de um referendo sobre a independência do território, um movimento coloca cada vez mais em risco o Estado unificado iraquiano.

AE, Agência Estado

03 de julho de 2014 | 17h49

O território curdo, uma região autônoma do Iraque, tem sido um farol de estabilidade e prosperidade na região, enquanto a maior parte do resto do país se vê mergulhado em violência e turbulência política. Mas o movimento insurgente sunita que tomou conta das regiões norte e oeste do Iraque nas últimas semanas tem proporcionado abertura para os curdos reivindicarem a independência de suas terras.

O presidente do Governo Regional do Curdistão, Massoud Barzani, pediu, em um discurso nesta quinta-feira, que o parlamento da região crie uma comissão eleitoral para "apressar" e se preparar para "um referendo sobre a independência".

"Nós vamos estar em uma posição melhor e teremos as melhores armas políticas em nossas mãos. É hora de decidir sobre a nossa autodeterminação e não esperar que outras pessoas decidam sobre nós", disse Barzani, a portas fechadas com os parlamentares. A agência de notícias Associated Press conseguiu com exclusividade um vídeo que mostra o discurso do presidente.

A milícia curda Peshmerga conseguiu diversos territórios nas últimas semanas, entre eles a cidade de Kirkuk e a área ao redor, rica em petróleo, em meio ao caos da ofensiva sunita do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL). Fonte: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueCurdosindependência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.