Iraque livre precisará de tropas dos EUA, diz Bremer

A polícia e as forças armadas do Iraque não estarão prontas para garantir a segurança da população já a partir de 30 de junho, quando os EUA pretendem entregar a administração do país a um governo iraquiano provisório, disse o administrador americano responsável pelo Iraque, Paul Bremer, que defende a presença de tropas dos EUA em solo iraquiano mesmo após o fim da ocupação. ?Está claro que as forças iraquianas, por conta própria, não serão capazes de enfrentar essas ameaças (as milícias insurgentes) em 30 de junho?, disse Bremer em declaração emitida pelas forças de coalizão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.