Iraque marca eleições provinciais para 31 de janeiro

As eleições provinciais no Iraque serão realizadas em 31 de janeiro de 2009, informou hoje Ali al-Dabbagh, porta-voz do governo iraquiano. Segundo o porta-voz, o gabinete decidiu-se pela data em reunião realizada hoje. Anteriormente, autoridades locais já haviam informado que o pleito ocorreria em algum momento do fim de janeiro, mas a data ainda não havia sido determinada.A votação será a primeira realizada nas províncias iraquianas desde 2005, quando a resistência à presença de forças estrangeiras lideradas pelos Estados Unidos era mais acirrada do que é hoje.Apesar da melhora na situação de segurança, a política iraquiana continua vulnerável a divisões sectárias entre as principais facções do país: árabes xiitas, árabes sunitas e curdos.Originalmente, as eleições regionais haviam sido marcadas para 1º de outubro, mas foram adiadas porque o Parlamento nacional teve dificuldade em aprovar uma lei eleitoral em meio à disputa por Kirkuk, uma área rica em petróleo no norte do país.A eleição de janeiro será realizada em 14 das 18 províncias do Iraque, pois a lei eleitoral atual excluiu Kirkuk e as províncias de maioria curda de Erbil, Dohuk e Sulaimaniya da votação de janeiro. A expectativa é de que as eleições nessas províncias ocorram ainda no primeiro semestre de 2009.O anúncio da data da votação ocorre em um momento no qual o Parlamento prepara-se para votar um pacto de segurança entre EUA e Iraque segundo o qual as tropas americanas permaneceriam no país árabe por mais três anos. A votação do pacto é prevista para o dia 24.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.