"Iraque não servirá de base para invasão ao Irã"

O presidente do Iraque, Jalal Talabani, disse, em entrevista publicada nesta quinta-feira no jornal egípcio Al-Ahram, que seu país não vai ceder seu território como base para uma eventual invasão ao vizinho Irã. "O Iraque não servirá de base a nenhuma invasão estrangeira a um país vizinho", respondeu Talabani quando um jornalista perguntou se permitiria que as tropas americanas postadas no Iraque atravessassem a fronteira para atacar o Irã. No entanto, reconheceu que seu país não pode impedir que os EUA cruzem o seu o espaço aéreo numa possível guerra contra o Irã. "Seisso acontecer, mostraremos nossa oposição", limitou-se a dizer. Para Talabani, uma intervenção dos EUA no Iraque estaria relacionada ao petróleo. "Depois que Saddam Hussein invadiu o Kuwait, os EUA reagiram para controlar o petróleo", analisou. O presidente iraquiano acredita que 2006 será "o ano da reconciliação" no Iraque, e minimizou o risco de guerra civil. "A guerra civil costumaexplodir entre grupos étnicos rivais, e os curdos não são hostis aos árabes. O problema está nas diferenças entre árabes sunitas exiitas", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.