AFP PHOTO / AHMAD AL-RUBAYE
AFP PHOTO / AHMAD AL-RUBAYE

Iraque nega que a Turquia esteja ajudando na batalha de Mossul

Em comunicado, porta-voz do Comando Conjunto de Operações afirmou que a Turquia não teve qualquer participação na campanha contra o Estado Islâmico; no domingo, o premiê tuco, Binali Yildirim, disse que a artilharia do país tinha atingido posições do grupo em Bashiqa

O Estado de S. Paulo

24 Outubro 2016 | 13h58

BAGDÁ - O Iraque negou nesta segunda-feira, 24, que a Turquia esteja participando das operações para tirar Mossul da mãos dos extremistas do Estado Islâmico, depois que Ancara anunciou ter fornecido apoio militar à batalha no domingo.

"O porta-voz do Comando Conjunto de Operações nega que a Turquia participe de alguma forma das operações para a libertação de Nínive", província onde Mossul está localizada, afirma um comunicado.

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim declarou no domingo que a artilharia turca havia atingido posições do EI em Bashiqa, uma cidade situada a 25 km de Mossul, a pedido dos combatentes curdos iraquianos, que também lutam contra os jihadistas.

Os curdos iraquianos protestaram nos últimos dias devido à insuficiência dos bombardeios da coalizão internacional liderada por Estados Unidos que apoiam suas operações no terreno. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.