Iraque nega que mísseis violem resolução da ONU

O vice-primeiro-ministro do Iraque, Tariq Aziz, negou que os mísseis encontrados pelos inspetores no país violem resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), de acordo com matéria distribuída pela Sky.Aziz, que está na Itália, informou que o alcance dos mísseis está dentro dos limites determinados pela ONU.Segundo um grupo de especialistas que trabalha para a ONU, o Iraque desenvolveu mísseis de alcance superior a 150 quilômetros, violando resolução que limita a essa distância o alcance máximo desse tipo de arma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.