Iraque pede à Turquia para não apoiar EUA

O vice-primeiro-ministro iraquiano, Tarik Aziz, disse nesta terça-feira que seu governo deixará de considerar a Turquia como país amigo se Ancara permitir que os Estados Unidos utilizem as bases turcas para atacar o Iraque. A afirmação de Aziz foi feita após reunião com o primeiro-ministro turco, Bulent Ecevit, dando início a uma série de conversas para obter o apoio turco em uma campanha iraquiana, contra um suposto ataque dos EUA.Aziz chegou a Ancara no dia seguinte à visita de um diplomata americano que tentou amenizar as preocupações turcas em relação a um ataque militar liderado por Washington. Os EUA desejam utilizar uma base no sul da Turquia para seus ataques aéreos contra o Iraque. Segundo Aziz, conceder ajuda aos EUA prejudicaria os interesses turcos. "Uma agressão americana não só prejudicará o Iraque, como também criará para a Turquia graves problemas de segurança, além dos econômicos", disse Aziz. "Temos que cooperar para pôr fim à ameaça americana.?A base aérea de Incirlik, no sul da Turquia, foi utilizada para ataques contra o Iraque durante a Guerra do Golfo Pérsico, em 1991. Desta vez, no entanto, o governo turco está reticente em apoiar qualquer tipo de ação militar contra o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.