Iraque proíbe carros em Bagdá por dois dias

O governo iraquiano anunciou a proibição do tráfego de veículos por dois dias em certas partes de Bagdá, segundo a agência Reuters. A restrição tem início na sexta-feira a noite, quando milhares de xiitas irão até a capital para celebrar o martírio de um Iman do século 8.A medida foi adotada para evitar possíveis atentados terroristas. Na cerimônia do ano passado aproximadamente mil xiitas morreram pisoteadas após a multidão, que se dirigia ao norte da cidade, entrar em pânico devido a rumores de um homem bomba. Essa foi a mais alta taxa de óbitos em um dia desde o fim da ofensiva iraquiana em 2003 para derrubar Saddam Hussein. A proibição do tráfico de veículos irá vigorar em 11 distritos, em ambos os lados do rio Tigre. Forças iraquianas e norte-americanas tentam conter o derramamento de sangue sectário entre a maioria shiita e a minoria sunita na capital, que já causou a morte de milhares desde fevereiro e criou o medo do país ter um a guerra civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.