Iraque quer voltar a exportar petróleo em 3 semanas

O ministro interino de Energiairaquiano, Thamer al-Ghadhban, previu neste sábado que aprodução de petróleo no país será duplicada dentro de um mês eque as exportações do combustível serão retomadas num prazo detrês semanas.Segundo alGhadhban, o Iraque está produzindo atualmente700.000 barris diários e trabalha intensamente sob a ocupaçãoanglo-americana para aumentar esta cifra o quanto antes. A produção petrolífera durante o regime de Saddam Hussein era de cerca de 3 milhões de barris diários.O Iraque está sendo atentamente vigiado pelos mercadosfinanceiros mundiais, que querem estar prontos para a retomadadas exportações do país árabe, e al-Ghadhban disse que isto nãovai demorar muito. "Dentro de três semanas estaremos exportando",assegurou o ministro interino. A produção petrolífera é peça-chave da reconstrução do Iraque e os EUA dessejam usar os recursos dela provenientes para financiar esse processo.Salários - Pela primeira vez desde que as forças anglo-americanasocuparam o país, a administração dos EUA no Iraque pagou hoje ossalários dos funcionários públicos iraquianos. Os primeirosservidores a receber o pagamento - entre US$ 80 e US$ 400 -foram os trabalhadores da companhia encarregada de fornecerenergia elétrica para Bagdá, a capital iraquiana. O pagamentodos salários foi feito em dólares, substituindo o dinar.Também hoje, a imprensa kuwaitiana anunciou que embreve o presidente americano, George W. Bush, e o premierbritânico, Tony Blair, farão uma viagem para agradecer aos países do Golfopela ajuda na derrubada de Saddam Hussein. O jornal governista Al-Siyassah disse que Blair poderá chegar na próxima quarta-feira e Bush em 3 de junho, sem dar maiores detalhes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.