Iraque retoma 2 cidades capturadas pelo Estado Islâmico

Tropas iraquianas, apoiadas por milicianos xiitas e forças de segurança curdas, retomaram duas cidades capturadas anteriormente por militantes do grupo Estado Islâmico na província de Diyala, leste do país, informaram policiais do Iraque nesta segunda-feira. Trata-se da mais recente vitória das forças de segurança iraquianas na retomada de território perdido para os militantes.

Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2014 | 10h09

Policiais de Diyala disseram que as forças iraquianas entraram nas cidades de Saadiya e Jalula na noite de domingo, depois de violentos confrontos com combatentes do Estado Islâmico.

Os combates continuavam em alguns focos de resistência nas proximidades das duas cidades, informaram as fontes. Equipes especializadas desarmavam bombas não detonadas plantadas pelas ruas pelos militantes antes de sua retirada.

Algumas famílias que fugiram da região já voltavam para suas casas. Forças de seguranças curdas, também conhecidas como peshmerga, participaram dos combates contra o Estado Islâmico nas duas cidades. A província de Diyala é etnicamente mista, e abriga árabes e curdos. Jalula tem uma grande comunidade curda.

Todas as fontes falaram em condição de anonimato, porque não têm autorização para falar com meios de comunicação.

Os militantes haviam tomado as cidades de Jalula - 125 quilômetros ao norte de Bagdá - e Saadiya - 95 quilômetros ao norte da capital - em agosto, após ações surpresa que permitiram que o Estado Islâmico capturasse grandes partes do território no norte e no oeste do país. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEstado Islâmicoretomadacidades

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.