Iraque será tema de reunião entre Blair e James Baker

O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, vai conversar na próxima terça-feira com o ex-secretário de Estado americano James Baker, encarregado pelo Governo americano de elaborar um estudo sobre uma possível mudança de estratégia no Iraque. O líder trabalhista deve conversar por videoconferência com o político americano, que lidera o Grupo de Estudo sobre o Iraque, segundo informa neste sábado o jornal britânico Financial Times. O escritório do primeiro-ministro não antecipou o que Blair dirá a Baker. Mas ele deve expor algumas de suas idéias sobre o futuro do Iraque num discurso sobre política externa, nesta segunda-feira, em Londres. O jornal prevê que Blair dirá a Baker que EUA e Grã-Bretanha não devem deixar o Iraque, e sim permanecer no país até que os iraquianos possam assumir a sua própria segurança. Blair disse a seus colaboradores mais próximos que tem certeza de que o grupo dirigido por Baker não recomendará uma saída precipitada das tropas americanas. Aparentemente, até os democratas, que venceram as eleições de terça-feira nos EUA, são contra mudanças bruscas. De acordo com o jornal britânico, é possível também que Blair opine sobre o papel de Síria e Irã na solução do conflito iraquiano. Blair lançou recentemente uma iniciativa diplomática em direção à Síria, enviando seu principal assessor de política externa a Damasco, para se reunir com o presidente Bashar al-Assad. O primeiro-ministro do Reino Unido também pretende convencer a Síria a desempenhar um papel construtivo nas tentativas de retomar o processo de paz entre Israel e os palestinos.

Agencia Estado,

11 Novembro 2006 | 06h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.