Iraque tem em 2013 maior número de mortes em anos

A missão da Organização das Nações Unidas (ONU) no Iraque informou nesta quarta-feira que a onda de violência que assola o país matou 8.868 pessoas em 2013, sendo 7.818 civis. É o número mais alto de vítimas em anos.

Agência Estado

01 de janeiro de 2014 | 12h38

Conforme os dados divulgados hoje pela entidade, somente em dezembro foram mortas 759 pessoas, incluindo 661 civis e 98 membros das forças de segurança. A onda de violência no Iraque começou em abril, depois que o governo xiita lançou uma repressão mortal contra um acampamento sunita.

A facção da Al-Qaeda no Iraque aproveitou as crescentes tensões sectárias no país e uma guerra civil na Síria para se reorganizar. O grupo atacou civis, particularmente nas áreas xiitas de Bagdá, com atentados de carro-bomba coordenados e outros ataques fatais. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEONUMORTES2013

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.