Iraquiana acusa coalizão de desprezar a população

A maioria dos soldados americanos que ocupam o Iraque tratam a população com "violência e desprezo", disse nesta segunda-feira Rajaa Habib Khuzai, integrante do Conselho Governante do Iraque designado pelos EUA. Ela deu a declaração numa entrevista coletiva em Madri, ao lado da ministra de relações exteriores da Espanha, Ana Palacio. "Há um considerável descontentamento com as forças da coalizão, a maioria dos quais trata o povo iraquiano com violência e desprezo", disse a médica Rajaa Khuzai. Ela afirmou que os soldados americanos são vistos com animosidade e rancor, diferentemente dos espanhóis, que estão presentes na zona centro-meridional do país e são considerados amistosos. Rajaa Khuzai fez uma distinção entre a irritação sentida pela população contra as forças de ocupação e os repetidos atos de violência contra soldados americanos. "Estes ataques são realizados por restos do regime de Saddam Hussein e alguns membros da Al-Qaeda. São atos de sabotagem, não de resistência", disse ela. Rajaa Khuzai está em Madri para discutir formas de colaboração dos espanhóis no Iraque pós-invasão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.