Iraquiano morre em penitenciária administrada pelos EUA

Um preso iraquiano morreu em uma prisão administrada pelo Exército dos Estados Unidos em conseqüência dos ferimentos que tinha sofrido em um ataque das forças americanas, informou o comando militar em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 27.Segundo a nota, o detido morreu na quinta-feira de manhã na prisão de Puka, em Basra, 550 quilômetros ao sul de Bagdá, devido aos ferimentos que sofreu em um ataque das forças americanas.Puka é um dos centros penitenciários, junto a outros em Bagdá e Mossul, que ainda são supervisionados pelo Exército americano. Na prisão de Puka há mais de 19 mil presos.Seis presos iraquianos morreram em celas de centros administrados pelos EUA no ano passado.A mais conhecida prisão iraquiana, a de Abu Ghraib, a oeste de Bagdá, foi entregue no ano passado às autoridades iraquianas, que decidiram fechá-la após serem publicados os casos de tortura e maus-tratos que ocorreram no centro em 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.