Iraquiano que preparava ataque é detido na casa de líder sunita

Um homem que supostamente preparava um atentado suicida no Iraque foi detido na residência de um destacado político sunita, o líder Adnan al-Dulaimi, afirmou neste sábado o Exército dos Estados Unidos em comunicado.Segundo a nota, o detido, cujo nome não foi divulgado, é membro da segurança pessoal de Dulaimi e "pertence ao grupo da Al-Qaeda em operação no Iraque".Duleimi defendeu o homem detido e o identificou como Jidr Farhan, afirmando que ele "não tem nenhuma relação com o terrorismo". Segundo Duleimi, as forças norte-americanas "não encontraram nada relacionado com atentados terroristas", no bairro de Al Adl, oeste de Bagdá. O líder sunita considerou que a prisão de Farhan foi feita apenas em cima de "suspeitas", e informou que ele tem sete filhos.O detido está vinculado a um atentado suicida que estava sendo preparando dentro da "Zona Verde" de Bagdá, onde fica concentrado o poder político na capital iraquiana.Junto com o segurança de Dulaimi foram detidas outras sete pessoas da mesma célula, algumas das quais planejavam utilizar coletes explosivos em suas missões suicidas.O comunicado americano diz que a operação na residência de Dulaimi transcorreu "sem incidente algum" e dispensou a entrada de policiais na casa de Dulaimi.O político sunita dirige a Frente do Consenso Iraquiano, organização que agrupa os principais partidos sunitas, e, desde a queda de Saddam, sempre criticou muito as novas instituições, mas de dentro delas.Embora seus vínculos com a insurgência nunca tenham sido comprovados Dulaimi mantém com canais de comunicação com os rebeldes. De fato, costuma atuar como mediador nos casos de seqüestros de ocidentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.