Iraquianos criticam os EUA no aniversário de Saddam

O Iraque marcou a véspera do aniversário do presidente Saddam Hussein com um protesto em frente ao prédio onde funcionava a embaixada dos Estados Unidos em Bagdá. Carregando velas acesas, centenas de pessoas gritavam slogans antiamericanos e expressavam "amor" ao líder iraquiano, que completará 65 anos neste domingo.As celebrações em homenagem ao nascimento de Saddam estão previstas para durar quatro dias. Embora os Estados Unidos não tenham relações diplomáticas com o Iraque, Washington mantém um escritório de interesses na embaixada polonesa em Bagdá. A embaixada dos EUA foi fechada pouco antes da Guerra do Golfo, em 1991.

Agencia Estado,

27 de abril de 2002 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.