Iraquianos receberam fuzis para suicídio em massa, diz escudo humano

Moradores de Bagdá receberam fuzis para cometer suicídio em massa como último protesto no caso da capital iraquiana cair em mãos anglo-americanas, disse hoje à Ansa um sul-coreano que está em Bagdá como escudo humando.Bae Sang Hyung, de 27 anos, disse que o grupo de escudos humanos que ele integra visitou ontem um hospital da capital iraquiana e conversou com várias pessoas que perderam todos os familiares nos bombardeios da coalizão. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.