Iraquianos xiitas fazem sul-coreanos reféns

Dois funcionários sul-coreanos de uma organização não governamental foram feitos reféns no Iraque, perto da cidade de Nassíria, por um grupo xiita. Eles foram soltos logo depois, afirmou o ministério de Relações Exteriores da Coréia do Sul. A organização, chamada de "Global Sharing Movement", dá assistência humanitária para países em desenvolvimento. Segundo a agência de notícias japonesa Kyodo News, os homens foram feitos reféns quando os xiitas lutavam contra tropas italianas, e usados como forma de proteção pelos iraquianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.