Irlanda aprova reconhecimento do Estado palestino

Parlamentares aprovaram moção simbólica; governo disse que tomará decisão em coordenação com os parceiros da União Europeia

O Estado de S. Paulo

10 de dezembro de 2014 | 17h45

Parlamentares irlandeses aprovaram uma resolução não vinculativa pedindo que o governo da Irlanda reconheça o Estado palestino. Governantes afirmaram que só tomarão esse passo em coordenação com os parceiros da União Europeia.

A medida foi aprovada por unanimidade na câmara baixa do Parlamento da Irlanda na noite de terça-feira, seguindo movimentos semelhante na Grã-Bretanha, Espanha e França.

Alguns relatos interpretaram equivocadamente o voto irlandês como uma decisão do governo de reconhecer o Estado palestino. O Ministério irlandês de Relações Exteriores declarou, contudo, que a posição do país se mantém inalterada.

De acordo com a pasta, apesar dos parlamentares apoiarem a medida, uma ação unilateral da Irlanda poderia minar esforços mais amplos iniciado no mês passado, em Bruxelas, para chegar a uma possível posição conjunta da UE sobre a questão.

A Suécia reconheceu oficialmente o Estado palestino em 30 de outubro, movimentando o debate na Europa. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
Irlandapalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.