Irlanda do Norte inicia votação para Assembléia autônoma

As seções eleitorais da Irlanda do Norte abriram nesta quarta-feira, 7, suas portas às 4h (de Brasília) para que os eleitores da província elejam seus representantes na Assembléia autônoma.Pouco mais de 1 milhão de pessoas estão habilitadas para votar nas eleições, disputadas por 256 candidatos de 57 partidos políticos. Eles brigam pelas 108 cadeiras que formam o Parlamento de Belfast, restaurado parcialmente em novembro de 2006 após anos de suspensão.O governo britânico retirou a autonomia do Ulster em outubro de 2002 por causa de um suposto caso de espionagem do Exército Republicano Irlandês (IRA) no Castelo de Stormont, sede da Assembléia.Dos quatro principais partidos, dois são unionistas (protestantes e partidários da união com o Reino Unido), e dois são nacionalistas (católicos e partidários de separar a província da Grã-Bretanha para promover a sua reunificação com a República da Irlanda).O radical Partido Democrático Unionista (DUP), do reverendo Ian Paisley, conta com 32 cadeiras. O nacionalista Sinn Féin, braço político do IRA e segundo maior partido da província, tem 24.Entre os moderados, o Partido Unionista do Ulster (UUP) conta com 24, e o nacionalista Partido Social-Democrata e Trabalhista (SDLP), 18.Segundo os analistas, o DUP voltará a tirar votos do UUP, em contínua queda. O Sinn Féin deve aumentar seu número de parlamentares, avançando sobre outras formações, mas o SDLP provavelmente vai conquistar uma cadeira a mais.As primeiras projeções estão previstas para a noite desta quarta-feira. Dados parciais serão divulgados ao meio-dia de quinta-feira. O relatório definitivo sairá na sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.