Irlanda manda ex-ministro pagar processo por corrupção

Um juiz que investiga corrupção de políticos na Irlanda recusou-se a permitir que o dinheiro dos contribuintes fosse usado para cobrir as despesas com advogados de Ray Burke, um ex-ministro da Justiça condenado por aceitar suborno. O juiz Alan Mahon disse que Burke, ao se esforçar durante anos para bloquear a investigação, é o único responsável pelas despesas legais que chegaram a ? 10,5 milhões.Segundo Mahon, Burke, de maneira deliberada e repetida, "mentiu para o tribunal na esperança de que o inquérito se mostraria inconclusivo ou produzisse resultados errôneos". O juiz disse que teria permitido ao ex-ministro o acesso a recursos públicos para pagar os advogados se Burke tivesse contado a verdade. Burke decidiu apelar para a instância superior em busca da ajuda financeira e se absteve de comentar a decisão do juiz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.