Irmã de atirador da Virginia trabalha para o governo dos EUA

A irmã do sul-coreano Cho Seung-hui, que matou 32 alunos da universidade Virginia Tech nesta semana, trabalha no Departamento de Estado americano, que fornece bilhões de dólares como ajuda ao Iraque.Sun-Kyung Cho é contratada pelo Escritório de Reconstrução ao Iraque, de acordo com autoridades americanas e do Departamento de Estado, que afirmam que ela trabalha em um prédio anexo ao quartel-general do departamento em Washington.Mensagens deixadas em sua secretária eletrônica no escritório, onde ela se identifica como "Sun Cho", não foram imediatamente respondidas nesta quarta-feira.O porta-voz, Sean McCormack, não vai discutir sobre Sun Cho, mas disse a repórteres que "essa pessoa não é um contratado direto do Departameno de Estado". Ele se negou a comentar, citando motivos particulares. Outras autoridades confirmaram que ela era contratada. Sun Cho já trabalhou no Ministério do Trabalho, além de por três meses no verão ter participado de um internato de economia em seu ano como veterana na embaixada americana em Bangcoc, Tailândia, patrocinada pela universidade de Princeton."Foram os três melhores meses da minha vida", disse Cho ao boletim semanal da universidade em novembro de 2003, explicando como foi o programa e suas experiências na capital tailandesa. "Eu acho que é sempre mais fácil para americanos manter seu estilo de vida no exterior", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.