Irmã dos acusados pelo atentado à Maratona de Boston é detida

Ailina Tsarnaev foi acusada de ameaça relacionada ao uso de bombas contra outra mulher, recebeu uma intimação e foi liberada

O Estado de S. Paulo

28 de agosto de 2014 | 11h02

NOVA YORK - A irmã dos acusados pela explosão na Maratona de Boston em 2013, que deixou 3 mortos e 264 feridos, Ailina Tsarnaev, foi presa na quarta-feira 27, nos EUA, também por uma ameaça relacionada ao uso de bombas. A garota de 24 anos mora em North Bergen, New Jersey.

Segundo a imprensa local, Ailina ameaçou por telefone uma mulher que teria se relacionado com seu atual namorado. "Eu tenho pessoas que podem ir aí e colocar uma bomba em você", teria dito Ailina.

A jovem foi levada a uma delegacia, acusada de perseguição com agravantes, recebeu uma intimação e foi liberada pela polícia.

Dzhokhar Tsarnaev, 21 anos, foi preso dias depois do atentado à maratona e aguarda julgamento. O irmão dele, Tamerlan, foi morto pela polícia durante uma perseguição. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.