Irmandade Muçulmana apoia protesto no Cairo

Dezenas de milhares de pessoas reuniram-se ontem na Praça Tahrir, na capital do Egito, Cairo, para pedir mais pressa na adoção de reformas políticas e no julgamento de antigos membros do governo de Hosni Mubarak, que renunciou à presidência em fevereiro. As manifestações tiveram o apoio da Irmandade Muçulmana, grupo radical e principal partido de oposição. As eleições legislativas no país, as primeiras desde a queda de Mubarak, estão marcadas para setembro. Também houve protestos em Alexandria e Suez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.