Youssef Boudlal /Reuters
Youssef Boudlal /Reuters

Irmandade Muçulmana nomeia líder interino após prisão de Badie no Egito

Justiça egípcia deve selar na quarta-feira a libertação do ex-ditador Mubarak

O Estado de S. Paulo,

20 de agosto de 2013 | 07h56

CAIRO - O Irmandade Muçulmana nomeou Mahmoud Ezzat como seu líder interino. Ele substitui Mohamed Badie, preso ontem pelo governo interino do Egito, em mais uma etapa da ofensiva contra os partidários do presidente deposto Mohamed Morsi. Enquanto isso, um tribunal deve decidir amanhã sobre a libertação do ex-ditador Hosni Mubarak, preso desde 2011.

"Mahmoud Ezzat, vice-líder da Irmandade Muçulmana, assumirá a função do guia supremo do grupo da maneira temporária depois que forças de segurança do sanguinário golpe militar prenderam o guia supremo Mohammed Badie", informou a Irmandade em comunicado.Badie foi capturado em um apartamento na cidade de Nasr, no Cairo.

 O seu vice Khairat al-Shater está preso na penitenciária de Tora, no Cairo, acusado de incitar a violência contra os participantes de um protesto em frente à sede do grupo em 30 de junho, dias antes do golpe militar que depôs Morsi. O líder supremo e o vice Rashad Bayoumi também devem ser julgados pelo crime.

Mubarak Um tribunal egípcio vai avaliar na quarta-feira um pedido de libertação do presidente deposto Hosni Mubarak apresentado por seu advogado, de acordo com fontes judiciais. O tribunal se reunirá na prisão do Cairo onde Mubarak está detido, disseram as fontes.

Se o tribunal acatar a solicitação, Mubarak será solto uma vez que não resta mais nenhum fundamento legal para sua prisão, apesar de estar sendo acusado novamente de ter ordenado a morte de manifestantes na revolta de 2011 que o derrubou do poder, segundo fontes judiciais. / AP e REUTERS

Assista ao vídeo sobre a prisão de Mohamed Badie:

Tudo o que sabemos sobre:
golpe no EgitoIrmandade Muçulmana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.