Irmão de Chen foge de vila rural e vai para Pequim

O irmão do ativista cego Chen Guangcheng fugiu da vila rural de Dongshigu para buscar aconselhamento legal em Pequim sobre como proteger seu filho da retaliação das autoridades locais.

AE, Agência Estado

24 Maio 2012 | 16h13

Chen Guangcheng buscou a proteção de diplomatas norte-americanos no mês passado, após ter fugido da prisão domiciliar em sua cidade natal, o que provocou um impasse entre Pequim e Washington, além de destacar medidas extrajudiciais tomadas por autoridades locais para conter o dissidente.

O problema foi resolvido pelos dois países, que concordaram em permitir que Chen, sua mulher e filhos viajassem para os Estados Unidos, onde Chen vai estudar numa universidade. Mas partidários do ativista dizem que os demais integrantes de sua família, que vivem na província de Shandong, continuam a ser alvo de repressão.

Seu sobrinho, Chen Kegui, foi detido sob acusação de tentativa de assassinato durante um confronto, no mês passado, com autoridades locais que invadiram sua casa em busca de seu tio, após terem se dado conta de sua fuga.

Chen Guangfu, irmão mais velhos do ativista e pai de Chen Kegui, reuniu-se nesta quinta-feira em Pequim com a advogada Ding Xikui para discutir o caso de seu filho.

Ding disse que ela e outros advogados receberam autorização da mulher de Chen Kegui para defendê-lo. Mas policiais do centro de detenção Yianan, onde Chen Kegui é mantido, disseram que advogados indicados pelo governo serão os representantes do acusado.

Ding disse que Chen Guangfu quer se reunir com o filho para reafirmar que ele também quer que Ding o represente.

"Ainda estamos negociando com as autoridades locais" a respeito do caso de Chen Kegui, disse Ding, acrescentando que Chen Guangfu também quer se encontrar com sua nora, que está em Pequim.

Os outros dois advogados disseram que Chen Guangfu entrou em contato com eles assim que saiu da vila. Um deles, Jiang Tianyong, disse que Chen Guangfu descreveu o endurecimento da segurança em sua cidade após a fuga de Chen Guangcheng, um mês atrás.

"Há muita gente, muita gente. Eles estão na entrada da vila e nos principais cruzamentos. Eles estão espalhados em locais mais distantes", disse Jiang. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
China Chen Guangcheng irmão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.