Irmão de dissidente chinês cego desaparece--advogado

O irmão do ativista cego Chen Guangcheng desapareceu, disse um advogado neste sábado, dias após ele deixar seu vilarejo no nordeste da China para buscar ajuda para seu filho, que foi preso, num caso que se tornou um ponto de mobilização entre ativistas de direitos humanos.

SUI-LEE WEE, REUTERS

26 Maio 2012 | 11h07

Chen Guangfu, o irmão mais velho de Chen Guangcheng, deixou sua casa na província de Shandong e chegou em Pequim na quarta-feira para buscar ajuda legal para seu filho, Chen Keguim, que está preso sob a acusação de assassinato.

Aparentemente, ele se tornou o último alvo das represálias do governo contra a família de Chen Guangcheng, depois que o ativista cego escapou de seu vilarejo no final de abril após 19 meses de detenção domiciliar.

Chen Guangcheng refugiou-se na embaixada dos Estados Unidos, onde ficou por seis dias, acendendo uma crise diplomática entre China e Estados Unidos. Essa crise, que ofuscou a visita da Secretária de Estados norte-americana, Hillary Clinton, foi finalmente encerrada no sábado passado, quando a China permitiu que Chen fosse para os Estados Unidos para estudar.

Chen Guangfu não retornou ao seu quarto de hotel em Pequim na sexta-feira à noite, disse à Reuters o advogado Liu Weiguo em Shandong.

Zhao Wei, um defensor de Shandong da família de Chen Guangcheng, foi a última pessoa a ter contato com Chen Guangfu antes de se separarem na tarde de sexta-feira, disse Liu.

"Até agora, ainda não há notícias do irmão Guangfu", afirmou Liu. "Nós não estamos otimistas. Guangcheng também está muito preocupado. Ele está entrando em contato com amigos para procurar (por ele)."

As notícias sobre o desaparecimento de Chen Guangfu vêm três dias após um fazendeiro e trabalhador informal de 55 anos contar à Reuters detalhes de sua própria tortura e represálias feitas por autoridades desde que seu irmão escapou.

Mais conteúdo sobre:
CHINAIRMAODISSIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.